Notícias

Fevereiro 6, 2015 03:32 PM

Auditório da Escola Secundária de Camões, Lisboa

 

Ver Programa AQUI.

 

21 de fevereiro de 2015, 9.30 -19.00

 

Ateliers de trabalho: Trabalho, Saúde, Educação, Ambiente e Segurança Social, Habitação.

 

Trabalho, saúde, educação, habitação, ambiente e qualidade de vida,  segurança social, são direitos humanos consagrados em tratados  internacionais e na Constituição da República Portuguesa.

 

Em nome da dívida todos eles estão atualmente comprometidos devido à  imposição  de uma austeridade que não cura e só agrava o endividamento.

O que vale mais? O serviço da dívida ou os direitos humanos?

 

Em Portugal, como nos outros países da Europa sujeitos ao castigo da  troika, este é o momento para reafirmar a prioridade das necessidades  e da dignidade das pessoas sobre os interesses da finança.

 

Para denunciar como ilegítimo um serviço da dívida que sacrifica tudo o que verdadeiramente tem valor, penalizando sobretudo os que menos podem.

 

Participa. O Fórum é aberto a quem queira compreender as consequências 

da dívida nas nossas vidas e participar nas soluções.

 

Entrada livre. Inscrições neste formulário.

Dezembro 14, 2014 05:15 PM

Em consequência das petições dirigidas à Assembleia da República, nomeadamente a petição Pobreza não paga a Dívida: reestruturação já!, realiza-se no próximo dia 16 de Dezembro de 2014, na Sala do Senado, na Assembleia da República, uma Conferência Parlamentar sobre Dívida Pública.

 

A Conferência é aberta ao público. O programa pode ser consultado AQUI e as inscrições poderão ser efectuadas AQUI.

Dezembro 10, 2014 04:41 PM
Outubro 21, 2014 08:54 PM

A campanha envolveu uma Petição dirigida à Assembleia da República, que recolheu 6.445  subscrições (por via eletrónica) e assinaturas (em papel), entregues na Assembleia da República no dia 30 de janeiro de 2014, em conjunto com uma carta dirigida a todos as deputadas e deputados, um documento que justifica a necessidade premente de o Estado português se preparar para a negociação de uma reestruturação da dívida e um outro documento que lembra o direito dos cidadãos e cidadãs à participação e à informação acerca dos assuntos públicos.

 

Em simultâneo, incentivou-se o debate sobre a questão da dívida, procurando-se mobilizar a cidadania em torno da necessidade e exigência da sua renegociação, em nome dos interesses do país e não dos interesses dos credores. Em 2013 realizaram-se com a intervenção da IAC várias sessões públicas em diversos pontos do país: Almada, Covilhã, Lisboa, Loulé, Monte da Caparica, Montijo, Seixal, Setúbal.

 

Para apoiar o conhecimento e a tomada de consciência sobre as causas e as consequências da dívida pública portuguesa, a IAC publicou a brochura «10 perguntas frequentes sobre a dívida».

Outubro 18, 2014 02:39 PM

Expressodiário, 17.10.2014