Share |

Atrás da Máscara dos Banqueiros

Nick Dearden, da Red Pepper, apresenta aqui a história e significância da campanha para as auditorias à dívida e em seguida Alan Cibils da Argentina, Maria Lucia Fattorelli do Brasil e Andy Storey da Irlanda expõem as suas próprias experiências de auditorias à dívida e de incumprimento e exploram as lições para os activistas de justiça económica.

A conclusão é clara:  «Na Europa estamos a viver numa sociedade em que os interesses financeiros capturaram os nossos governos, controlam as nossas economias e dominam cada aspecto das nossas vidas. Capturaram até a própria noção que temos de democracia — sem atenção ao facto de que numa sociedade com desigualdade de riqueza crescente, onde os banqueiros puxam todos os cordéis, não pode existir uma verdadeira democracia. A luta pela democracia política não pode esperar vingar enquanto se mantiver separada da luta pela democracia económica. As auditorias à dívida são uma forma de ver a democracia de forma mais integrada. A sua adopção poderia ajudar a abrir caminho para uma genuína ruptura com as políticas económicas falhadas no passado.»

O texto pode ser lido na íntegra aqui.