Share |

A Dívida na Tunísia

A primavera árabe começou na Tunísia. Foi nas ruas que Ben Ali caiu, mas o legado de uma ditadura não se apaga de um dia para o outro. A Tunísia continua afogada na espiral da dívida, remetendo para o pagamento quantias extorsionárias de que necessita para criar condições de vida dignas para a maioria da população. Existe um movimento por uma auditoria cidadã à dívida (mais informação aqui), e saiu recentemente um vídeo que explica, por exemplo, que estamos perante um caso típico de dívida odiosa (legendas em castelhano).