• warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: disallowed Unicode code point (>= 0xd800 && <= 0xdfff) at offset 1811 in /home/auditcidada/public_html/sites/all/modules/ctools/includes/cleanstring.inc on line 157.
  • warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: disallowed Unicode code point (>= 0xd800 && <= 0xdfff) at offset 1811 in /home/auditcidada/public_html/sites/all/modules/ctools/includes/cleanstring.inc on line 157.
  • warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: disallowed Unicode code point (>= 0xd800 && <= 0xdfff) at offset 1811 in /home/auditcidada/public_html/sites/all/modules/ctools/includes/cleanstring.inc on line 157.
  • warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: disallowed Unicode code point (>= 0xd800 && <= 0xdfff) at offset 1811 in /home/auditcidada/public_html/sites/all/modules/ctools/includes/cleanstring.inc on line 157.
  • warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: disallowed Unicode code point (>= 0xd800 && <= 0xdfff) at offset 1811 in /home/auditcidada/public_html/sites/all/modules/ctools/includes/cleanstring.inc on line 157.
  • warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: disallowed Unicode code point (>= 0xd800 && <= 0xdfff) at offset 1811 in /home/auditcidada/public_html/sites/all/modules/ctools/includes/cleanstring.inc on line 157.

Author Bios

Articles by this author:

  • A Lx Factory foi o espaço escolhido. Uma das mais belas livrarias de Lisboa e do pais. Um músico brasileiro convidado pelos promotores que iria depois participar no debate, brindou-nos, no início, com canções inteligentemente escolhidas.

     

    Depois, seguir-se-ia um debate da iniciativa de um movimento de cidadãos de Alcântara, que, depois de se apresentarem às eleições locais, se orientam agora na promoção de atividades diversas, de interesse público.

     

    Um debate sobre a divida pública foi, pois, a sua primeira iniciativa. A estreia de um percurso de intervenção cívico, em que o Frederico Pinheiro da ATTAC, a Eugénia Pires e a Isabel de Castro, ambas da IAC, participaram.

  • Foi há uma semana que o ciclo de cinema «A DIVIDA SEM CORTES», que decorreu no S. Jorge, encerrou. E não obstante os inevitáveis ajustamentos de última hora feitos ao programa, fruto da dificuldade em aceder a tempo e horas a alguns dos filmes, pode afirmar-se que a experiência foi positiva.

     

    A experiência foi positiva, em primeiro lugar pela disponibilidade que revelou por parte de pessoas, das mais diversas, imprescindíveis para a concretização desta iniciativa da IAC. Gente do cinema que ajudou a pensar a programação, concedeu o apoio técnico de imagem e de som, garantiu a legendagem. Gente das artes que, generosamente, cedeu a imagem de um quadro para utilização no belíssimo cartaz. Gente, mais ou menos envolvida na nossa atividade, porém identificada com o nosso objetivo, daí disponível para colaborar na sua divulgação.

  • A austeridade está a matar a democracia. Ao destruir a economia, o emprego, a dignidade e a vida das pessoas.

     

    É, neste contexto em que alastra na sociedade um profundo sentimento de orfandade e de crescente desconfiança das pessoas em relação às instituições que supostamente as deveriam defender, as quais optaram claramente pela defesa dos interesses dos credores e dos grupos financeiros, que assume especial importância o direito de acesso à informação por parte dos cidadãos, não só como exigência de transparência, mas enquanto meio essencial para poderem exercer, de facto, controlo fiscalizador sobre todo o tipo de decisões que estão a ser tomadas, cujo teor pode gerar graves surpresas e heranças outras, ainda mais pesadas, para serem cobradas um dia...

  • O risco pode vir do deserto! Este foi, basicamente, o aviso ontem lançado pela imprensa a propósito dos ventos transportados do Norte de Africa, vindos do deserto, que nos últimos dias têm pairado sobre o país, espalhando poeiras em elevadas concentrações, as quais constituem um risco agravado para a saúde pública, em particular, a de idosos, crianças e outros grupos de risco mais vulneráveis.

    É um aviso que serve para que tomemos precauções, estejamos atentos ao risco, possamos agir em conformidade.

  • O mundo tornou-se num lugar frágil. Ameaçado por uma catástrofe ecológica que compromete a nossa sobrevivência. Abalado por uma crise global do sistema financeiro que desafia os fundamentos da democracia.